Blog de Jornalismo Especializado, Universidade Lusófona Porto

09
Mar 10

 

            Para a análise comparativa entre estas características de jornais, optei pelo Jornal de Notícias como jornal generalista e o Diário Económico como jornal especializado. Ao longo da minha análise vão aparecer aspectos semelhantes e outros diferentes.
 
                                 
 
           
 Ao olhar para a capa dos dois jornais não se nota muito o porque desta distinção, pois ambos têm manchetes, chamadas de capa, imagens e publicidade. As diferenças aparecem quando começamos a folhear um e outro.
            O Jornal de Notícias sendo um jornal generalista e sendo destinado a um público muito mais amplo, de variadas faixas etárias e de vários níveis escolares, tem vários temas e páginas dedicadas ao mais amplo público. Ao contrário o Diário Económico tem um público que esteja na área de economia ou que tendo uma empresa esteja preocupado e queira saber mais sobre a economia e sobre os variados temas ligados à economia como este jornal tem.
O Jornalista do Jornal de Notícias não precisa de ser especializado numa só área para realizar uma notícia de economia, desporto pois fala superficialmente sobre esses temas enquanto no Diário Económico o jornalista tem que ter mais especialização porque tem que aprofundar muito mais temas ligados à economia tem que estar muito bem dentro do assunto para ter uma abordagem profunda, ter que ter mais investigação.
            Semelhanças que podemos encontrar entre estes dois exemplares são o facto de terem os dois suplementos, o Jornal de Notícias sobre Desporto e o Diário Económico sobre o mercado, e ambos ao longo do jornal terem opiniões de vários temas e terem como todos os jornais o editorial. Podemos ainda referir que nestas edições existindo vários destaques nos dois jornais e têm um em comum destacam o Dia Mundial da Mulher.
            Como já referi os temas abordados por estes jornais não são os mesmos, por isso, vou mencionar os temas de um e de outro. O Jornal de Noticias, um jornal generalista, aborda os seguintes temas: Nacional, Polícia, Porto, Economia e Trabalho, Sociedade e Vida, Mundo, Cultural, tem uma página dedicada ao leitor, tem Passatempos, Útil e Fútil onde apresenta os vários espectáculos agendados, Televisão e Média, aborda um programa de televisão, tem a programação dos variados canais, a Necrologia, o Viva Mais, mini notícias de figuras públicas e na última página tem sempre ou uma entrevista ou a história de alguém. O Diário Económico tem uma grande entrevista, aborda o tema de Economia, Politica, Mundo, Empresas, Finanças, Desporto e Publicidade e Media.
             Ao vermos os temas de um e de outro apercebemo-nos logo o porque desta distinção. O Jornal Generalista tem um variado amplo de temas, informação para atrair todo o tipo de público, pois da todo o tipo de informação como se pode ver pelos temas que tem. Quanto ao Jornal Especializado os temas são todos dentro do mesmo assunto a Economia, portanto não atrai muito público só os que estão dentro do assunto ou porque lhes interessa por causa do emprego ou porque têm um negócio e há o público, minoritário, que compra para ler o que se fala sobre a economia do país, que se interessa por este tipo de jornal.
            Como se pode verificar ambos têm em comum três temas, a minha análise vai se inserir no tema de Economia. O Jornal de Notícias dedica duas páginas a este tema enquanto o Diário Económico ocupa quatro páginas. A estrutura de notícias é igual nos dois jornais têm o título, o superlead e o lead.
            O Jornal de Notícias tem três notícias de economia e o Diário Económico tem duas notícias e seis mini notícias. A revelação das restrições do PEC é a notícia que ambos têm em comum, mas que se nota diferenças pelo destaque ao ver o tamanho da notícia de um e de outro.
            O Jornal Generalista dedica meia página a este tema noticiando opções do PEC e reacções dos vários líderes de alguns partidos. O Jornal Especializado dedica três páginas a este tema com as reacções de patrões da indústria, dos líderes de partido e alguns detalhes das opções do PEC. Podemos verificar que em termos do conteúdo da notícia são semelhantes, a diferença está na abordagem que um e outro jornal fazem. O Jornal de Notícias aborda muito superficialmente, enquanto o Diário económico aprofunda muito mais a notícia. 
            A linguagem usada em ambos os jornais é cuidadosamente ajustada para o seu público, aqui aparece-nos a pergunta “A que público é que eu vendo o meu jornal”? O Jornal de Notícias utiliza um tipo de linguagem corrente para todo o tipo de público, já o Diário Económico tendo também uma linguagem corrente põe siglas que para quem não está dentro do assunto da economia ao ler a notícia não vai entender, utilizando termos que nem todo o tipo de público consegue descodificar exemplo a palavra “exequíveis” não é muito habitual e palavras estrangeiras como “rating” neste jornal estão sempre aparecer e quem lê diariamente compreende agora quem comprar só por esta notícia não vai entender. Portanto uma das diferenças é o público-alvo e o tipo de linguagem que utilizam para esse público.
            Com esta minha análise fiquei admirada quando vejo que um Jornal Especializado em notícias e temas ligados à economia tem um tema de desporto e outro de publicidade e media, mas são opções do jornal e pode ser um modo de atrair mais público. Quanto ao Jornal de Notícias não me surpreendeu em nada visto ser um jornal generalista aborda todo o tipo de temas e utiliza todos os meios para não perder o seu público.
           
 Tânia Aguiar

 
publicado por taniaaguiar às 21:15

Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12
13

14
15
16
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


pesquisar
 
blogs SAPO