Blog de Jornalismo Especializado, Universidade Lusófona Porto

15
Jun 10

Problemas dos Media que podem ser resolvidos pela nossa diferença

 

 

 

Depois dos vários convidados que passaram pela nossa sala de aula, Álvaro Costa foi o “último” com as suas ideias sobre o jornalismo de hoje e como fazê-lo.

Com uma vasta carreira profissional, é actualmente apresentador do conhecido programa a “Liga dos Últimos”. É também conhecido por ser um opinion maker da cultura pop e,  apresenta também outros projectos como Geração DVD, e contribiu para as rádios Antena 1 e 3.

Muitos pontos foram abordados, desde a evolução dos media, a cultura de colmeia, a questão das audiências, informação como produto, indústria do acontecimento, integração, etc. Todos estes problemas não são de agora e há uma explicação plausível para todos eles.

 

“Audiência it’s king”

Na minha opinião a questão das audiências é que torna o mundo da comunicação, um mundo com problemas. Para os meios de comunicação é fundamental produzirem cada vez mais informações para obteram audiências. Hoje em dia com o número gigante de meios de comunicação, faz com que a escolha das pessoas seja mais dispersa. Assim as empresas apostam nas informações com sensacionalismo, no popularismo, etc. para atraír cada vez mais pessoas, numa questão de aumentar as audiências. Outra aposta dos media para atrair novas audiências passa, segundo Álvaro Costa pela integração, “ir à audiência e mantê-la connosco, com a participação das pessoas”, “com a quantidade de informações que nos é disponível, torna-se importante ter uma voz integra”. Agora Álvaro Costa com a sua equipa estão a tentar evoluir num projecto em que as pessoas possam interagir num programa via “web cam”.

Talvez, principalmente a televisão tenha que evoluir de forma a acompanhar a interacção da internet. Mas torna-se muito mais dificil por causa da falta de tempo e de meios disponíveis nos meios de comunicação. E isso geralmente isso não é possível, então resolve-se o problema com a “diferença”, parte-se para a “individualidade” que cada um tem que mostrar ao espectador.

É preciso estar em constante mudança, evoluir neste mundo cheio de concorrência, porque “tudo roda em volta disso”.

Para os novos jornalistas que estão a entrar para o mundo do trabalho, é importante que se tenha em atenção este tipo de problemas. Não obstante, a opinião de Álvaro Costa é que “são as vossas experiências que ficam e acima de tudo: be honest”.

 

Segue um Link sobre ITV:

A interactividade pode comprometer a audiência

 

 

À esquerda Álvaro Costa e à direita Daniel Catalão (nosso professor)

 

 

 

 

publicado por luanabarbosa às 23:07

Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


pesquisar
 
blogs SAPO