Blog de Jornalismo Especializado, Universidade Lusófona Porto

17
Jun 10

Jornalistas e policiais. State of Play, um filme do realizador Kevin Mcdonald, retracta, entre vários aspectos da actividade jornalística, as relações entre jornalistas e agentes da polícia. O crime ocorrido preenche o filme desde o prólogo até ao “the end”.

Um crime que se transforma num caso para a polícia. Mas um verdadeiro puzzle para dois jornalistas, que tentam encaixar cada peça para contar uma história.  Susana Correia

 

 

E se os jornalistas procuram, no decorrer da longa-metragem, encaixar cada peça, do que chamei de puzzle, verificamos que esta pratica jornalística colide com o trabalho da investigação policial. E daqui se podem levantar algumas questões. Até onde a investigação jornalística pode ir? É legitimo infringir a lei para se defender e praticar o direito de informar? Investigação jornalística e a investigação judicial caminham lado a lado? A lei do mercado justiçfica uma história mal contada? Ou podemos estar perante aquela que é "A verdadeira história é este jornal afundando!” (directora do jornal)


Até onde meras especulações podem sustentar uma história? “Quanto mais falar, quanto mais nos contar, mais protegido estará. É assim que funciona. E a retribuição será o seu anonimato” (jornalista). Quando os jornalistas necessitam de fontes, para contar a sua história, onde é que a moral e a ética se podem encaixar?

 

Se para a polícia um crime é um caso como tantos outros, para os média é uma história. E a essa historia, tais valores que acima refiro como a ética e a moral, podem ser aplicados na forma como se a conta. Neste filme podemos verificar que policia e jornalistas se sentam à mesa para discutir. O trabalho dos jornalistas é questionado. Serão as peças do puzzle assunto de polícia ou apenas um facto que faz parte para contar a história. Mas se jornalistas e polícias aqui colidem, também vemos que quando se é um veterano em histórias, relações se solidificam com os profissionais da polícia. É o que acontece com o jornalista Call Mc Afrey, onde a experiencia e o estatuto se adquire. Onde o policial Donald Bell se torna uma fonte do jornalista. Mas onde também o jornalista serviu de fonte de informação para a polícia.

 

Em State of Play a fronteira entre investigação policial e a investigação jornalística é ténue. A última peça do puzzle é encontrada. Uma história completa e acabada. Credível e fundamentada rola nas páginas do diário. Uma história contada e um caso encerrado.

 

 

Entrevista com o actor Stephen Collins (Ben Affleck) um político que está envolvido no crime em State of Play.

 

publicado por sucorreia às 11:19

Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


pesquisar
 
blogs SAPO