Blog de Jornalismo Especializado, Universidade Lusófona Porto

02
Mai 11

 

 

 

Manuel Molinos, esteve presente no passado dia 30 de Março de 2011, na Universidade Lusófona do Porto, para partilhar com os alunos a sua vasta experiência no mundo digital que se vive, hoje, nos órgãos de comunicação social.

Actualmente, é editor online do Jornal de Notícias. Um verdadeiro jornalista “digital”, autor de muitas reportagens multimédia valiosas em Portugal. Foi chefe de redacção no jornal online diariodonorte.pt e passou pelo já extinto, Comércio do Porto.

 

O convidado começou por um pequeno historial. “O JN foi o primeiro jornal com uma versão Web em Portugal”, neste sentido, havia apenas dois jornalistas a pegar nos conteúdos de imprensa e a transcrever para a versão online, ou seja, nestes primórdios resumia-se à transição de artigos em papel para a versão online.

“O mercado nunca esteve apetecível para apostar no online até 2008”, assim sendo, até esta data a versão online era como que amadora. Em 2008, o JN remodelou completamente a sua página oficial, projecto que levou um ano a ser pensado. Desde aí, foram várias as apostas feitas pelo órgão de comunicação para manter o nível de credibilidade do site.

 

 

O JN online está em permanente evolução e os jornalistas tiveram que acompanhar esta mudança e desenvolver capacidades relativamente a estas plataformas, visto que para Manuel Molinos “não há jornalistas online, queremos todos os jornalistas a trabalhar online”.

Como acima mencionei, é extremamente necessário que os jornalistas mantenham os horizontes alargados para acompanharem este permanente desenvolvimento. Estes espaços digitais, exigem conteúdos para tal, nomeadamente reportagens multimédia que contêm infografias, vídeos e texto porque há necessidade de dinâmica e interactividade para atrair mais visitas. É impreterível que haja uma constante actualização de informação na internet de nós e do mundo. O JN passou do domínio da PT para o domínio da Controlinveste. Esta situação, fez com que transitassem do motor de busca sapo, para a Google. Esta mudança, levou a um aumento brusco no número de visitas, “devido à plataforma Google ser um monstro relativamente à Sapo”.

 

Nesta sequência, “o que não era interessante há um ano, este ano é uma aposta fundamental” quando se referia às redes sociais. Com a expansão deste meio, foi necessário um gestor para as redes sociais que são utilizadas, muitas das vezes, como fontes de informação.

Desde o momento que a versão online se tornou um negócio, foram feitos outros investimentos. Desde o E-paper – uma réplica/cópia da versão escrita nas páginas online, como primeiro produto à venda online - até às versões mobile. Ficou perceptível que um dos objectivos da versão online, a longo prazo, é gerar receitas.

 

Este constante aperfeiçoamento do site, opta pela inovação, criatividade, implementar hipertexto, multimédia e ser interactivo. 

 

 

Por Carina de Barros

publicado por crnbarros às 12:47

Achei muito bom o POST Acima estão de parabens, falando em Trabalhar na Internet não posso deixar de dar uma dica que pode enrriquecer seu texto acima, Participo de um site que a um bom tempo e ganho R$ 40,00 reais por Cada Venda que eu faço do KiT deles, é uma boa opção para trabalhar online, eles disponibilizam ate o site para mim vender o kit, se alguém se interessar basta visitar o site e clicar em Programa de Afiliados no final da pagina e verá como funciona, o link do site é http://www.netrenda.com.br





.
Antonio Marques a 14 de Setembro de 2011 às 15:20

Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
13
14

15
18
19
20
21

25
28

29
30
31


pesquisar
 
blogs SAPO