Blog de Jornalismo Especializado, Universidade Lusófona Porto

10
Mar 10

 

A minha análise incide sobre o Jornal Público, generalista, e sobre o Jornal Record, especializado em Desporto, ambos de periodicidade diária, datados do dia 09 de Março de 2010. Esta análise focará inicialmente a estrutura de ambos e posteriormente, dentro do tema Desporto, as diferenças e semelhanças a nível do vocabulário, técnica da construção da notícia e linguagem.

ESTRUTURA
A estrutura da capa de ambos os jornais é semelhante, ou seja, ambos fazem manchetes, chamadas e têm publicidade. Tanto o Público como o Record têm uma organização por temas. Os temas do Público são: Portugal, Mundo, Economia, Local, Cultura e Desporto, enquanto os do Record são: Em cima da hora, Liga Sagres, Liga dos Campeões, Liga Record, Liga de Honra, Modalidades, Internacional, Fora de Campo, Televisão e Minuto 90. Ambos possuem a secção de opinião nas primeiras páginas, no entanto, enquanto o Público possui o Editorial no início, o Record opta por colocá-lo na última página.
Desporto
VOCABULÁRIO/LINGUAGEM
O Jornal Público possui um vocabulário rico mas inteligível, é um tipo de literacia de vai de encontro ao seu público-alvo. No Jornal Record o vocabulário é ainda mais acessível, conseguindo assim chegar mais pessoas, incluindo um público menos letrado. Este jornal possui mais infografias e mais liberdade criativa na construção dos seus artigos, como verificamos, por exemplo no título “Na área de pânico”, “Ânsia de marcar”, “Borla para sócios com o Rio Ave” ou “Resolver com bloco médio alto”. Para além do jornal Público primar pelo rigor, nenhum deles mistura opinião com informação. O Record, como jornal especializado em desporto, utiliza termos muito próprios, direccionados ao seu público-alvo que são maioritariamente amantes do desporto em geral e do futebol em particular. Neste último é mais frequente encontrar palavras como: “O onze”, “goleada”, “bloco médio alto”, “ciclo decisivo”, etc.
TÉCNICA DA CONSTRUÇÃO DA NOTÍCIA
É importante salientar que ambos possuem o mesmo tipo de géneros jornalísticos dentro do opinativo e informativo, nomeadamente, notícias, crónicas, entrevistas, reportagens, etc. A técnica da construção das notícias são iguais, ou seja, para além de utilizarem o tipo da pirâmide invertida, partilham a utilização de antetítulos, títulos e leads.

 


 
publicado por carlacoelho às 19:12
editado por jornalismoespecializado em 11/03/2010 às 16:02

Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12
13

14
15
16
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Pesquisar
 
blogs SAPO