Blog de Jornalismo Especializado, Universidade Lusófona Porto

23
Mai 11

 

 

Estados Unidos da América – 1953

 

Dos escombros da Segunda Guerra Mundial surgiram duas potências cujos ideais se debateram silenciosamente e nunca frente-a-frente. Estas duas potências foram os Estados Unidos da América e a União Soviêtica. A esta competição de poderes, sem nunca ocorrer uma colisão direta, se deu o nome de Guerra-Fria.

 

É no auge desta época conflituosa que o Senador McCarthy declarou que as forças comunistas se tinham conseguido infiltrar no governo americano. Tal declaração, levou a uma “caça às bruxas” onde até os inocentes foram considerados culpados.”Joe” McCarthy foi um perseguidor implacável que “encontrava” ameaças comunistas onde lhe convinha. Semeando no seu caminho o medo e a opressão. Ninguém estava seguro, ninguém podia ir contra os ideais sem ser considerado um apoiante do Comunismo.

 

Foi neste clima opressivo, cuja tensão era palpável, que Edward R. Murrow, jornalista reconhecido pela sua honestidade e integridade, em conjunto com o produtor Fred Friendly, lançaram o programa “See it Now”. Este “spin-off” da versão radiofónica “Hear it Now” e os seus criadores, entraram nos anais de história comoa principal causa da queda do Senador McCarthy.

 

Através de uma colagem de discursos e imagens do Senador McCarthy apresentada no programa “See it Now”. Murrow e Friendly conseguiram “acordar” a nação para a inconsistência e corrupção que McCarthy controlava e pregava com os seus discursos. Tendo sido emitido pela CBS, mas sem o seu logotipo, o programa foi visto por milhões de americanos que que se fizeram ouvir prontamente.

 

Foi dada a McCarthy a hipótese de se justificar, hipótese essa que ele aceitou. Confrontado por Edward Murrow, McCarthy acusou o jornalista de ser um comunista aliado da União Soviêtica. Tal afirmação destruiu o pouco de respeito que restava aliado à imagem do senador.

 

 

“Good Night and Good Luck” é um filme que retrata essa época tão conturbada onde o jornalismo televisivo ainda se encontrava “à deriva”, misturando a publicidade e a opinião com as notícias. Apesar de tal jornalismo apresentar carateristicas que agora seriam consideradas violações ao código deontológico. Um dos melhores trabalhos jornalísticos surgiu do jornalismo dessa época.

 

Este filme, que foi o segundo a ser realizado por Clooney, revelou-se uma pérola dentro do gênero. Desde as incríveis interpretações, passando pelo guarda-roupa até ao "pequeno grande" pormenor de ter sido inteiramente filmado a preto e branco (tal e qual como era a tv na época retratada). Consegue-se sentir o suspense e a tensão vivida nos Estados Unidos na Guerra-Fria. E documenta perfeitamente um capítulo "negro" da história do país.

 

Recuperando os elogios que Edward R. Murrow recebeu por parte dos camionistas nos dias a seguir à emissão do programa. Após ver este filme só posso dizer: "Good Show George, Good Show".

 

 

 

 
 
Por Lara Costa

 

publicado por nastacha às 23:49

Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
13
14

15
18
19
20
21

25
28

29
30
31


pesquisar
 
blogs SAPO