Blog de Jornalismo Especializado, Universidade Lusófona Porto

26
Mai 11

  A marca, uma das mais conceituadas de Portugal no ramo do vestuário, tem uma vertente clássica e outra desportiva nos seus artigos. Com a ajuda de Mickael Lopes vai-se descobrir tudo o que gira em torno do mundo Sacoor Brother´s.

  Mickael Lopes, trabalha há quatro anos na conhecida empresa de vestuário. Este funcionário vive um período de ascensão na loja. Efectivo nos quadros da empresa é atualmente, gerente de loja no Dolce Vita Porto.

  Após concluir o 12º ano na área de Desporto, enviou um currículo para a marca, no ano de 2006 e após entrevista com colaboradores da empresa foi convidado a ser colaborador na loja do Parque Nascente, na secção de senhora. Mais tarde chegou a trabalhar na loja de homem do Norteshopping. Posteriormente foi colocado na loja do Dolce Vita tendo-se tornado chefe de loja e depois gerente, funções que desempenha atualmente.

  “O Parque Nascente foi o primeiro local onde trabalhei. Já o Norteshopping foi um local onde gostei de trabalhar, pela sua dimensão e por ser um sítio em que os clientes têm mais poder de compra. Vão à loja não só para ver os artigos mas, principalmente, para comprar no momento da visita. O Dolce Vita é menos movimentado que o Norteshopping. O maior movimento dá-se em dia de jogos do Porto. Pretendo no futuro chegar à categoria seguinte, gerente A e evoluir cada vez mais a nível profissional.” Refere Mickael Lopes.

 A qualidade, o serviço, o atendimento e a preferência pela marca por parte dos clientes é o que a distingue das demais. Há grande variedade de fatos, camisas e blasers.

  “Considero o cliente Sacoor, alguém exigente, que procura muita qualidade no artigo e que gosta de ser “mimado” no ato de compra, por parte dos
colaboradores Sacoor”, afirma Mickael. Para além de oferecer água, café, vinho do Porto ou Wisky e ainda de disponibilizar um serviço de costura gratuito, valoriza a marca. Nas lojas existe maior procura e vendem-se mais camisas, malhas e fatos.

  Faz por ser uma marca de excelência, com relação no seu atendimento personalizado, bem como na qualidade e inovação dos produtos que coloca à
disposição dos seus clientes. Dielmar, Massimo Dutti, Hugo Boss e Wesley surgem como principais concorrentes da Sacoor.

  A primeira loja Sacoor teve a sua abertura em 1989, na Rua Pascoal Melo, em Lisboa. Também nesta cidade, em 1997, abriu a primeira loja num centro comercial, no Colombo. Ganhou uma visibilidade mais abrangente ao encontrar-se num grande espaço de consumo. Do ano 2000 em diante a marca começou a abrir novas lojas pelo país.

  Lisboa, Porto, Coimbra, Aveiro, Faro, Vila Real e Madeira são alguns exemplos, de lojas normalmente abertas em centros comerciais.

  Malik, Moez, Rahim e Salim Sacoor, são os nomes dos quatro irmãos portugueses de ascendência indiana que fundaram a marca portuguesa que se
expandiu pelo Mundo em países como o Bahrein, Dubai, Kuwait e Oman (Ásia), Bélgica, Espanha, Moldávia e Roménia (Europa). Estas lojas normalmente localizam-se nas capitais destes países. As próximas lojas irão abrir em Nova Iorque, Paris e Brasil.

  Séries internacionais como o CSI ou o Prison Break e clubes de futebol (Barcelona, Benfica e F.C.Porto) têm o seu patrocínio. Também alguns atores da SIC e TVI, bem como os pivôs dos jornais televisivos da RTP e TVI usam roupa Sacoor.

  Existem duas coleções por ano, uma no Inverno e outra no Verão. Coleção Show Off (blasers, fatos, camisas clássicas e gravatas) e a coleção casual(jeans, malhas, calças de sarja e camisas desportivas).

  "Ainda assim, quem costuma visitar a loja são clientes da classe alta.” Concluiu Mickael Lopes.

 

   Ilídio Guerreiro

publicado por filipe89 às 12:11

Clientes de classe alta? Sim so pode pq realmente é comparavel a Hugo Boss, por ex
Anónimo a 17 de Março de 2012 às 02:42

Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
13
14

15
18
19
20
21

25
28

29
30
31


pesquisar
 
blogs SAPO