Blog de Jornalismo Especializado, Universidade Lusófona Porto

09
Jun 11

No âmbito da disciplina de jornalismo especializado, leccionada pelo Professor Daniel Catalão, tivemos como convidada a Dr. Elvira Calvo da Universidade Complutense de Madrid. Sendo a ultima a fechar o no nosso circuito de convidados. Em espanhol contextualizou e explicou a situação do aparecimento do jornalismo económico em Espanha.

 

Elvira Calvo trabalhou durante muitos anos em televisão e rádio, tendo deixado apenas a televisão a um ano atrás. O gosto pela área de economia surgiu por um acaso,”mi ignorancia absoluta”, referiu a convidada. Na altura em que se formou todos jornalistas queriam trabalhar na área da cultura pois não requer especialização. O curso de jornalismo em Espanha é semelhante ao Português, pois, muitos estudantes universitários terminam o curso sem saber para que área seguir e sem especialização optam por recorrer ao mais fácil, Elvira Calvo não foi excepção a cultura foi o seu porto de abrigo. Quando esteve a fazer o doutoramento, teve que se dedicar um ano a estudar economia e ai descobriu o quanto a economia é bonita e não era um bicho-de-sete-cabeças como as pessoas imaginavam. Salientou que “Para mi trabajar vinte años en la cultura es muy aborrido”, os jornalistas não podem ser Homens de um só livro, ou seja devem ser aventureiros e descobrir novos horizontes, saber de tudo que se passa não só no Mundo como também no canal vizinho, o jornalista trabalha vinte anos num canal televisivo, passa a ser mais um funcionário.

CONTEXTUALIZAÇÃO

Michael Rubens Bloomberg  um norte Americano que teve a ideia genial de criar uma empresa de comunicação na década dos anos 80, actualmente é chefe do governo municipal de Nova Iorque. O êxito foi tão grande da sua criação que decidiu abrir mais agências de comunicação; a Rádio e televisão Bloomberg que teve impacto em todo o mundo ao instalar-se em Portugal, no Brasil, na Inglaterra e nos Estados Unidos da América.

O aparecimento do jornalismo económico

 Os Americanos foram os primeiros a publicar informações de economia nos anos 50, após a revolução nos anos 80, por toda Europa se publicava informação especializado nesta área. Em Espanha geralmente as publicações era feitas aos domingos.  Os jornais que faziam estas publicações optaram por escolher a cor da pagina em salmão para que se destacassem e se distinguissem dos demais, sendo essa a cor que perdura até os dias de hoje. Em Espanha com a saída da peseta, do franco Francês e com a entrada do euro e de Espanha na União Europeia, fez com que todas as classes sociais se interessassem por este tipo de informação.

Em 1994 foi criada a rádio Intereconomia que falava exclusivamente 24 hora de economia, foi um “boom” na informação de economia, devido a falta de conhecimentos nesta área que os ouvintes não possuíam, pois poderia vir a ser muito aborrecido, as pessoas não estão mentalizados para aquele tipo de informação. Mas contudo teve uma boa dose de êxito, as pessoas ligavam para saber da bolsa de valores. Devido a essa aceitação o grupo decidiu comprar uma estacão televisiva, que passou a chamar Intereconomia Television também especializada. Quando terminava a sua emissão às cinco da tarde, apresentava algumas informações do âmbito geral. Assim Sendo foi positivo criar um canal especializado que se desdobrava em generalista. Nos canais generalizados rivais passavam algumas informações sobre economia, havia programas específicos, mas não teve tanta aceitação por parte do público em geral.

Em 2007 o grupo Bloomberg fecha todos os canais devido a crise, e inclusive os que estavam alojados em outros países, o único que sobreviveu a foi o da Inglaterra em Londres.

Jornais especializados em economia:

Expansion foi o primeiro jornal espanhol  especializado em economia.O segundo jornal económico foi o Cinco Dias, na qual pertence  ao grupo Prisa, o jornal teve que fechar porque o grupo estava a passar por dificuldades financeiras. O terceiro foi La Gazeta de Los Negócios que tornou-se generalizado a cinco anos e tem fama de pertencer a extrema-direita. O quarto foi o jornal Negocios y estilos de vida. É gratuito e distribui cerca de 100 mil exemplares, e o ultimo a surgir foi El economista.

A informação sobre economia na internet cresceu muito, os portais financeiros e os blogues têm desempenhado um grande papel ajudando assim aqueles que têm bolsa a consultar sem esperarem a informação televisiva.

 

Por: Zanaida Augusto 

publicado por zanaidaaugusto às 11:06

Hoje é o último dia de inscrições para o curso de pós-graduação em Gestão e Produção em Jornalismo na PUC-Campinas. O curso tem duração de três semestres e as aulas são aos sábados.
Acesse os site para mais informações:
http://www.puc-campinas.edu.br/pos/lato/curso.aspx?id=60
PUC-campinas a 27 de Junho de 2011 às 17:38

Junho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


pesquisar
 
blogs SAPO