Blog de Jornalismo Especializado, Universidade Lusófona Porto

11
Mar 10

 

Jornalismo Desportivo
 
 
Pratica-se um mau jornalismo desportivo em Portugal?
 
 
 
               
 
 
         Na minha opinião sim, quando analisamos jornais especializados em desporto, deparamo-nos com inúmeras lacunas. Uma dessas falhas é a objectividade, neutralidade e imparcialidade que o profissional de informação deveria seguir. O que temos vindo a assistir é precisamente o oposto, o jornalista quase sempre emite juízos de valor, influenciando o conteúdo informativo da notícia.
         Em Portugal verificamos o mau jornalismo nos jornais desportivos “A Bola”, “O Jogo” e o “Record”, em que cada um desses jornais dá uma maior importância a um clube desportivo, mostrando o seu favoritismo por um certo clube evitando assim a objectividade.
       Actualmente podemos dizer que jornalismo desportivo é sinónimo de Futebol. Quando folheamos as páginas, quer do jornal “A Bola”, do “Jogo” ou “Record”, podemos comprovar que mais de oitenta por cento das páginas são artigos sobre futebol, sendo a percentagem restante atribuída às outras modalidades desportivas, como o Ténis, natação, ciclismo, andebol, etc.
Estes jornais na maioria das vezes preferem publicar várias notícias “sem interesse” informativo sobre os chamados três grandes “S.L.B”, “F.C.P” e o “S.C.P” (como por exemplo o que acontece nos treinos), do que publicarem um facto histórico como um português ter ganho uma medalha no atletismo, ou uma taça no voleibol, só por ser de uma modalidade desportiva diferente.
         Segundo Hugo Gilberto, jornalista da RTP especializado em desporto, defende que este tipo de jornalismo deve respeitar as mesmas regras dos outros jornais. Em conversa com os alunos do 3ºAno de Ciências da comunicação e Cultura da Universidade Lusófona do Porto, informou que o futebol pelo facto de ser considerado um desporto “rei”, mexe bastante com as emoções dos indivíduos. Considerou também que o facto das outras modalidades desportivas não terem o mesmo “poder” na sociedade são um pouco discriminadas e apartadas. O importante nos jornais desportivos actuais não é de índole informativo mas sim de carácter económico-financeiro, tendo como principal objectivo o lucro financeiro da empresa.
Para concluir o jornalista Hugo Gilberto questionou-se se a transmissão de um jogo futebolístico era jornalismo ou entretenimento, tendo apenas finalizando que tem algumas duvidas mas que ainda bem que é feito por jornalistas. 

 

 


 
publicado por barbosatiago às 01:32

Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12
13

14
15
16
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


pesquisar
 
blogs SAPO