Blog de Jornalismo Especializado, Universidade Lusófona Porto

13
Mai 12

Hoje em dia, postar constantemente num blog tornou-se um pouco obsoleto.

Com a difusão das novas tecnologias e por consequência, uma explosão das redes sociais, pode-se afirmar que o blog passou para segundo plano.

 

Já lá vão os tempos as publicações do blog eram vistas como um diário pessoal e acompanhadas por vários utilizadores fiéis. Neste momento, redes sociais como Twitter e Facebook invadiram o grande espaço que é a Internet.

Não obstante, Daniela Salsa, criadora do Bacafuzadas Insalsáveis, contraria a ideia de valorizar mais as actualizações do Facebook do que do seu blog.

 

 

  

Imagem 1: Design do Blog, Bacafuzadas Insalsáveis

 

 

Tendo criado o blog em Abril de 2009, e numa altura em que era seguidora fiel de vários blogs nacionais e internacionais, Daniela achou que “seria interessante criar um onde pudesse escrever um pouco sobre as infinitas coisas que me passavam pela cabeça”. Já José Cabral, o Alfaiate Lisboeta desde 2009, tinha apenas “a vontade de ter um projecto de carácter mais pessoal”.

 

Apesar do “boom” do Twitter e do Facebook, os dois bloggers afirmam de que nada está errado na blogosfera, e Daniela ainda diz que é através do blog que mantém todo o contacto com os seguidores, e que até fez diversas amizades e encontros com outros bloggers espalhados pelo país.

 

No entanto, e apesar de preferirem o seu blog pessoal, não descartam a ideia que ter uma página no Facebook para actualizações mais rápidas e chamar à atenção de novos utilizadores que possam não prestar atenção à blogosfera e só às redes sociais. Desde sugestões a pequenas perguntas, Daniela diz que só usa o Facebook para essas funções. 

 

 

Imagem 2: José Cabral, O Alfaiate Lisboeta

 

Já de acordo com José Cabral a página é apenas uma “réplica do que sucede no blog”, admitindo que recebe mais feedback pelo seu blog visto que tem seguidores fiéis. Daniela completa que apesar de também receber mais comentários no seu blog, terá de tornar a sua página de Facebook mais apelativa, visto que as redes sociais estão em ascensão.

 

José Cabral e Daniela Salsa concordam que o número de seguidores aumentou quando criaram uma página no Facebook, mas completam quando dizem que o número utilizadores interessados no seu trabalho não era significativo. José ainda afirma que a partir do momento em que os usuários gostam da página, não quer dizer necessariamente que estejam atentos às actualizações, enquanto que o blog é algo mais pessoal.

 

A acabar o curso de Ciências da Comunicação, em Aveiro,  Daniela não imagina o seu percurso profissional sem a actualização do seu blog, mas põe em causa a abordagem das suas publicações devido à ingressão no mercado de trabalho a nível da comunicação.

Pelo contrário, José Cabral centra a sua vida profissional no projecto que mantém em fotografar os estilos que vê na rua. Pretende, no futuro, conceber uma plataforma mais apelativa e dedicada em torno do seu plano.

 

 

 

Vídeo: David Fonseca apela ao blog das Bacafuzadas Insalsáveis

 

Por: Inês Sousa

publicado por inesousalmeida às 20:07

Maio 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11

15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


pesquisar
 
blogs SAPO