Blog de Jornalismo Especializado, Universidade Lusófona Porto

13
Mai 12

A Queima das Fitas do Porto é o momento académico mais aguardado, principalmente, pelos alunos universitários. Reconhecida pela sua grandeza, comparativamente com as outras do país é, também, um local onde se comentem exageros a todos os níveis.

Com 110 barraquinhas que vendem essencialmente álcool, a preços bastante baixos ou por vezes até oferecido, o resultado nem sempre é positivo.

No recinto circulam os Bombeiros Voluntários do Porto, que dão o apoio apeado, ou seja, ajudam as pessoas que se encontram indispostas no local e, se for necessário, fazem com que estas se desloquem ao Apoio Clínico. Só nos casos de inconsciência ou incapacidade é que os voluntários requisitam as ambulâncias.

 

 

Bombeiros Voluntários do Porto andam equipados com mochilas para dar apoio no local 

 

 

O Apoio Clínico é composto por um Médico e um Enfermeiro responsáveis, pelos alunos de Enfermagem do quarto ano, que fazem voluntariado nestas ações. Estes trabalham em colaboração com os Bombeiros Voluntários do Porto, que ganharam o concurso no ano presente.

De acordo com o Apoio Clínico, a média de pessoas alcoolizadas por noite é entre 120 e 130. O trabalho básico é realizado no local e apenas em casos muito graves é que o INEM é solicitado, por falta de condições e objetos específicos de trabalho.  

 

 

Entrada para o Apoio Clínico, com ambulância da Unidade de Cuidados Intensivos disponível para deslocações ao Hospital

 

O Enfermeiro responsável, afirma que ainda não houve nenhum caso de violação, dentro do recinto, mas que já ocorreu no passado. Por vezes, também existem confrontos violentos, maioritariamente por pessoas externas que vão, propositadamente, para resolver ou arranjar confusões e precisam de assistência médica. No caso dos menores de idade alcoolizados, o Enfermeiro afirma que a sua obrigação é ligar aos pais para os irem buscar, dado que são os responsáveis.

As camas e colchões presentes, no interior, são fornecidos pela Federação Académica do Porto (FAP) e os medicamentos são fornecidos por empresas aos Bombeiros Voluntários do Porto.

Os Hospitais centrais, nomeadamente o Pedro Hispano, o São João e o Santo António estão alerta para qualquer situação que possa ocorrer. Apesar do Hospital Pedro Hispano ser o mais próximo o objetivo é não sobrelotar as Urgências e, dessa forma, dividem os casos pelos Hospitais conforme a gravidade.

Assim o Apoio Clínico tem um papel fundamental para ajudar os jovens, que durante esta semana, cometem exageros que nem os próprios sabem explicar.

 

Por: Francisca Gonçalves

publicado por inesousalmeida às 20:24

Maio 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11

15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


pesquisar
 
blogs SAPO