Blog de Jornalismo Especializado, Universidade Lusófona Porto

13
Mai 12

O poker é um jogo de cartas. Perguntará, só isso? Não, o poker está englobado na categoria de outras modalidades, à semelhança do xadrez, do gamão e do bridge, desde que foi também admitido pelo IMSA – International Mind Sports Association -  como um desporto da mente, que envolve estratégia, perícia, conhecimento e essencialmente muito estudo.

 

Antonio Soares

 

Fala-se da génese deste jogo, da Dinastia de Sung na China, no século X, ou mais tarde no século XVI, num jogo Persa chamado”As Nas”. Apesar de ao longo da sua história o jogo ter conhecido diversas variações, os conceitos básicos da estratégia psicológica e do ranking de cartas sempre estiveram presentes ao longo da sua evolução.
A versão do jogo mais parecida com a versão contemporânea, é o “Poque”, o originário de França e datado do século XVII. Este jogo atravessou fronteiras através de um grupo de colonizadores franceses que terão fundado a cidade de Nova Orleães. A partir daí, difundiu-se ao longo da rota do rio Mississipi, durante o século XVIII e expandiu-se nos Estados Unidos durante o século XIX aquando do início da expansão do país para o Oeste.
Por este motivo, a história do poker foi durante muito tempo e inevtaveilmente associada ao “Wild West” americano e até aos ambientes soturnos e de submundos.
Mais recentemente, e com o lançamento do Campeonato Mundial de Poker, em 1970, e com a aquisição da marca por parte do Casino Harrah, em 2003, que passou a ser o anfitrião oficial do evento, a Série Mundial de Poker (World Series of Poker) expandiu-se para além de Las Vegas, e chega ao resto dos Estados Unidos.
Foi por esta altura que se deu o verdadeiro ”boom” dos média através da transmissão destes eventos na televisão, e em que a fórmula perfeita estava criada: emoção, ação, estratégia, desafio, e até glamour, juntamente com a possibilidade de ganhar quantias astronómicas reservadas aos lugares de topo da tabela de classificação da competição.
No final de 2007, celebra-se a primeira Série Mundial de Poker na Europa, mais precisamente em Londres.
As World Series of Poker, alcançaram proporções épicas e prometem continuar a fazer história.

 

 

 

Primeiro Campeonato Mundial de Poker (WSOP) realizado em Las Vegas em 1970.


Em Portugal, o fenómeno começou a ganhar expressão em finais de 2006, com o início oficial de torneios. Tem vindo a ganhar cada vez mais adeptos, tanto ao vivo, como na Internet, e Portugal conta já com alguns jogadores reconhecidos internacionalmente e que têm vindo a apresentar resultados meritórios.
Nesta vaga de novos jogadores, maioritariamente jovens, muitas das vezes estudantes universitários ou mesmo jovens licenciados, começa a aparecer uma categoria de jogadores dito semi-profissionais ou mesmo profissionais, que, inclusive se agregam naquilo a que denominam ”escritórios de poquer”.


O crescimento de praticantes desta modalidade a nível global é uma realidade incontonável. Infelizmente no nosso país o jogador de poker ainda é visto, por alguns, como um ludopata e não como um desportista.

O European Poker Tour esteve em Portugal no ano passado durante o mês de Novembro, e teve um impacto positivo em todo o comércio da região de Vilamoura, no casino e nas cadeias hoteleiras que atingiram taxas de 100% de ocupação nos dias em que o maior circuito de poker esteve no nosso país.

Devido à nossa legislação retrógrada que impede a captação de imagens ou de sons dentro dos casinos, não foi televisionado, e o vencedor do torneio foi um português. A organização, excluiu Portugal do circuito europeu deste ano, e mais uma vez irá sair prejudicada não só a modalidade mas a própria imagem de Portugal, porque durante uma semana o Mundo todo estaria de olhos neste evento que é uma espécie de “Liga dos Campeões” do poker.

A capacidade de Portugal para organizar grandes eventos é reconhecida no Mundo inteiro, mas para continuarmos a crescer, é necessária a alteração da legislação com urgência. Só assim a pratica do poker deixará de ser vista como um mero jogo de cartas de “sorte ou azar” e passará a ser vista como uma modalidade desportiva perante todos.

 

 

Para finalizar,João “JoMané” Nunes, considerado como “Pai do Poker Nacional”, pela comunidade de jogadores portugueses de poker, tem 34 anos e vive em Aveiro.
Foi prossional de basket durante 14 anos e é o fundador da maior comunidade de poker portuguesa, o PokerPT.com

Foi director dos torneios do Solverde Season e o já extinto BPPT (Betfair Portuguese Poker Tour), tendo participado nas mesmas funções em torneios internacionais como Unibet Open e EPEC (Everest Poker European Cup).

Actualmente é o comentador de poker em vários canais televisIvos ( SIC, SIC Radical, TVI, FOX) juntamente com Ulisses Pereira e na Eurosport com Ruben Aires, e recentemente recebeu um convite para integrar a TeamPro da Pokerstars, tornando se assim jogador profissional da Pokerstars.

Fica aqui a entrevista feita na Season do ano passado, no Casino de Espinho, onde se realizou uma das etapas do Pokerstars Solverde Poker Season.


publicado por antoniomsoares às 20:15

Maio 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11

15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


pesquisar
 
blogs SAPO