Blog de Jornalismo Especializado, Universidade Lusófona Porto

14
Abr 13

 

Na passada quarta-feira dia 10 de Abril, os Alunos da cadeira de Jornalismo Especializado da Universidade Lusófona do Porto tiveram oportunidade de assistir a uma palestra sobre Jornalismo de Saúde.


Paula Rebelo, Jornalista da RTP e especializada na área, dedicou mais de uma hora aos alunos de Ciências da Comunicação explicando e desmistificando alguns (pre)conceitos na área da sáude.

 

"A saúde tem pouca margem de erro, afeta muitas pessoas e necessário ainda mais cuidado quando abordamos este assunto" disse a Jornalista.

Como em qualquer caso de investigação é necessário ter em conta as fontes, Paula Rebelo deu enfase a esta parte mostrando sempre a necessidade de se confirmar a veracidade da informação recorrendo a várias fontes.

Jornalista da RTP há 16 anos, Paula Rebelo ja ganhou um prémio atribuido pela SPN - Sociedade Portuguesa de Nefrologia pela reportagem sobre a Doença Renal Crónica.


Os alunos quiseram saber como surgiu o gosto pela área da saúde e a Jornalista contou como chegou até aqui: "começei por fazer várias reportagens sobre vários temas, mas nunca pensei dedicar-me apenas a esta área, foi uma coisa que foi surgindo".


"Inicialmente quase que nem podia ver sangue" disse Paula rebelo, hoje confessou-nos que até ja assiste a operações e qualquer situação mais delicada no plano da saúde já não faz tanta confusão pois consegue distanciar-se e observar com um "olhar jornalistico".

Paula Rebelo afirma que o sensacionalismo na área da saúde é grave, é necessário trazer a verdade à reportagem sem nunca "ridicularizar" os intervenientes, "trazer o lado mais humano, humanizar" .

 

No final os Alunos tiveram oportunidade para debater o assunto com a Jornalista e receber também alguns conselhos utéis de quem já anda nesta área há muitos anos: "devemos conhecer bem quem vamos entrevistar e dominar sempre o assunto o que por vezes nesta área em especifico é complicado" 

 

Numa área tão delicada como a sáude é importante que o Jornalista seja ético e que tenha sempre em conta a vulnerabilidade dos doentes, não só os que participam na reportagem, mas de todos aqueles a quem o tema afeta.

 

 

 

Sérgio Ricardo Brito

 

 



 

publicado por sergioricardo89 às 15:19

Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10

15
19
20

22
23
24
25
26
27

28
29
30


pesquisar
 
blogs SAPO