Blog de Jornalismo Especializado, Universidade Lusófona Porto

19
Mai 10

 

 

Em Portugal, nos finais dos anos 90, a visibilidade mediática de determinados casos de delinquência juvenil estiveram na origem de um reforço de atenção para esta problemática.

Hoje as universidades estão atentas a esse fenómeno e começam a dar os primeiros passos na investigação de como a delinquência juvenil é tratada pela comunicação de massa. Congressos, conferências são realizados para aferir como é que a justiça e os média se ajustam quando os jovens são colocados no centro das agendas políticas e noticiosas.

Durante um certo tempo, de 90 até 2002, os jovens foram o pico de noticiabilidade dificilmente conseguido noutras ocasiões. O caso Crel, em 2000, constituiu um momento de pânico geral. Dos média passou para o público uma juventude associada a problemáticas sociais, como uma geração potenciadora de riscos e ameaças para a camada social.

No campo da justiça nesta área temos em Portugal a Lei de Protecção de protecção de crianças e jovens em perigo, que protege as crianças que vivem em situação de risco enquanto vítimas. E a

 

 

As vozes das notícias centram-se nas instituições de controlo de crime.

Não são criminosos mas delinquentes, não cometem um crime mas um ilicito.

Sustentados como “maníaco”, “monstro”,”ladroes precoces” e “ladroes assassinos”,

as vozes dos “jovens delinquentes”, essas,  ficam aprisionadas na alma.

E só a sociedade lhes pode devolver uma nova oportunidade.

Susana Correia

publicado por sucorreia às 11:28

Em Portugal a Delinquência Juvenil está associada aos jovens dos 12 aos 16 anos

 

Na aula de hoje (17.05.2010) foi nos dado a conhecer aquilo que foi a base de estudo de mestrado da Professora Maria José Brites, que também lecciona na Universidade Lusófona do Porto. Falo-lhe de "Delinquência Juvenil em Notícia".

 

Mas afinal o que é a delinquência juvenil?

A delinquência juvenil mais não é que um ou mais actos criminosos cometidos por menores de idade. A margem de idades e punições varia de país para país,  no entanto, essas punições em geral são menos acentuadas que os crimes cometidos por maiores de idade.

 

Como é que se conhece um delinquente juvenil?

Esta foi uma das questões suscitadas nesta aula, ao que a nossa interlocutora prontamente respondeu:

"Se um jovem tiver cometido um ilícito que esteja tipificado como crime no Código Penal, é considerado Delinquente, sendo a punição possível de ser cumprida através de trabalhos sociais, por exemplo", referiu.

A Delinquência Juvenil está actualmente situada entre os 12 e os 16 anos no nosso país, "mas é possível que se altere até ao final deste ano, pois discute-se a alteração para 14 até 16 anos". Isto permite assim aos cidadãos uma maior segurança, referiu Maria José, acrescentando que existem países com baliza etária diferente, alguns até aos 18 anos.

 

 

publicado por carlacoelho às 01:00

Junho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


pesquisar
 
blogs SAPO